O The First foi desenvolvido sob forma de shampoo com o principal objetivo de facilitar a aplicação e reduzir tempo de procedimento de alisamento dentro dos salões. Os ácidos que constituem a formulação são combinados em formas e proporções distintas, objetivando a criação sinérgica da reação de alteração nas pontes salinas. Separadamente, os ácidos não possuem funções específicas para a estrutura do fio do cabelo.

As pesquisas feitas em nosso laboratório demonstram que ao promovermos a alteração das ligações de hidrogênio e salinas presentes nos cabelos através da combinação destes ácidos, nos permite alterar temporariamente sua forma através da aplicação do calor gerado pela prancha, moldando-o no formato liso. Notamos que embora tenhamos um pH ácido no produto, ao aplicarmos nos cabelos umidificados, elevamos este pH de modo a termos um equilibrio na estrutura e, desta forma, não danificar os fios.

O The First atua em meio ácido promovendo a desnaturação da proteína dos fios quando associado à fonte de calor proveniente da prancha. O blend de ácidos que compõe a formulação não é capaz de promover quebra das pontes de dissulfeto, pois não tem energia suficiente para isso. Sendo assim, o processo de alisamento ocorre pela atuação dos ácidos nas ligações de hidrogênio e salinas mais fonte de calor, que provocam desarranjo ou desnaturação (quebra de ligações não covalentes fracas), deixando intacta a estrutura primária do cabelo. Por não promover quebra de cadeias de dissulfeto, o alisamento térmico do The First é temporário, levando de 9 a 12 meses após a última aplicação para que o cabelo volte à sua forma original.

Nenhum dos ativos presentes na composição do The First transforma-se ou libera formol quando aquecidos.

Em todos os nossos testes conseguimos observar que não houve incompatibilidade com outros processos químicos, anteriores ou realizados após o The First, entretanto, trata-se de um produto profissional e como tal requer análise e diagnóstico dos fios a fim de determinar qual temperatura será utilizada na prancha, de forma a não ocasionar danos por excesso de calor.

O The First alisa 100% quase todos os tipos de cabelo, entretanto, cabelos do tipo 4 podem chegar a um padrão de 70 a 90% de liso, havendo variação com relação à saúde dos cabelos. É fundamental que o passo a passo seja seguido corretamente, a temperatura de prancha deve ser adequada ao cabelo (através de prévio diagnóstico realizado pelo profissional cabeleireiro) e deve-se pranchar de forma lenta e contínua mechas finas.
Quando se trata de mulheres grávidas ou pessoas que tenham algum tipo de problema de saúde, recomendamos que obtenha autorização médica para fazer o procedimento.

Podemos fazer uma analogia com medicamento (lembrando que é somente uma analogia, produto cosmético não entra em corrente sanguínea), mesmo que a quantidade de ativo no medicamento seja alta, nosso organismo absorve uma quantidade diferente por causa dos ciclos que se passam. O mesmo acontece com a aplicação do THE FIRST, mesmo que o pH dele seja ácido, no ciclo, o cabelo fica com o pH na faixa indicada.
Encontramos então, a melhor forma de aplicação para o THE FIRST, tendo sempre em mente que o pH do cabelo está em uma faixa de 4,00.

PROTOCOLO DE APLICAÇÃO

1. Lavar os cabelos com shampoo alcalino: Ao lavarmos os cabelos com shampoo alcalino, estamos colocando em contato com os fios de cabelos água com pH médio de 7,00 e o shampoo alcalino com pH entre 8,00 e 9,50 tornando os fios com pH médio de7,30. Durante este processo a reação química que notamos é a abertura parcial das cutículas capilares que irá contribuir com a penetração dos ativos nos fios.
2. Enxaguamos os cabelos somente com água, fazendo com que o pH esteja em uma média de 6,50 e com as cutículas parcialmente abertas.
3. Retiramos o excesso de água com toalha para facilitar a aplicação do THE FIRST.
4. Aplicamos o THE FIRST em toda extensão dos fios e neste momento, temos um pH médio de 1,00.
5. Deixamos um tempo de pausa de 20 minutos para a penetração nas cutículas que estão parcialmente abertas. Durante este processo, pH médio de 1,00 está mantido e temos ai a ação nas pontes de salinas dos fios tornando-os maleáveis e propicio ao alisamento ou a redução do seu volume.
6. Após o tempo de pausa, vamos enxaguar completamente os cabelos para retirada do produto. Concluída esta fase, temos o pH médio em 4,00.
7. A partir de agora, vamos definir o quando queremos reduzir o volume ou o alisamento através da aplicação de calor via prancha.
Já entramos em contato com o Alejandro antes e ele não fez teste do produto, não formula, não é químico e nem farmacêutico. Estamos aguardando mais alguns laudos que ficarão pronto em junho e julho, feitos por uma empresa extremamente renomada e confiável no mercado e estamos à disposição para quem tiver interesse de vir em nosso laboratório para manipular junto com nossa equipe o produto e fazer o procedimento.

Interessado em adquirir? Entre em contato aqui.

Compartilhe
Share